Prefeitura entrega mais 75 títulos de imóveis em Canoinhas

Por Redação 22/06/2022 - 17:20 hs
Foto: Divulgação
Prefeitura entrega mais 75 títulos de imóveis em Canoinhas
Registro da cerimônia de entrega.

A regularização fundiária continua avançando em Canoinhas. A Secretaria Municipal de Habitação entregou mais de 75 matrículas de imóveis aos moradores do Loteamento Vila Verde. “Esta é a segunda entrega que estamos realizando e vem muito mais por aí. Nossa equipe está trabalhando com muita seriedade e transparência para agilizar os processos”, garante o prefeito em exercício Willian Godoy.

Situado no Campo d’Água Verde, este núcleo urbano foi contemplado no ano de 2011, através de programa do Governo Federal, com um empreendimento envolvendo urbanização, obras de infraestrutura, produção habitacional, construção de equipamentos comunitários e regularização fundiária.

“É a realização de um sonho. É uma mistura de sentimentos porque gostaria muito que o meu marido [que faleceu] estivesse aqui pra comemorar esta conquista comigo”, comenta uma das beneficiadas, Carolina da Silva Melo.





A entrega foi realizada na semana passada o Centro de Eventos da Igreja São Francisco. Segundo o secretário de Habitação Mario Renato Erzinger, este processo de regularização foi coordenado pela prefeitura que contratou por meio de licitação, em 2020, a empresa Estop Topografia e Consultoria Ltda.

Com uma equipe de técnicos em campo, a empresa realizou reuniões/assembleias com a comunidade do Loteamento Vila Verde, procedeu a medição de cada área a ser regularizada, realizou a juntada de documentos de cada família residente na área, dentre outros procedimentos necessários para legalizar todos os atos. Assim, elaborou documentos técnicos, administrativos e jurídicos para a atualização da base imobiliária do assentamento irregular.

 “Todos estes procedimentos tiveram a avaliação e aprovação da Comissão de Regularização Fundiária Municipal. O processo foi encaminhado ao Cartório de Registro de Imóveis de Canoinhas, visando o registro dos instrumentos de outorga de direitos reais em favor dos beneficiários finais do processo de Regularização Fundiária de Interesse Social”, explica Erzinger.