Não há chance de neve para Canoinhas e região

É necessário umidade e um mecanismo que favoreça a formação de nuvem, condição não associadas para os próximos dias.

Por Redação 18/05/2022 - 11:46 hs
Foto: Reprodução/Youtube
Não há chance de neve para Canoinhas e região
Neve em Canoinhas - Arquivo

                Apesar de muita especulação e expectativa devido a onda de frio que atinge o Sul do Brasil, não há chance de neve em Canoinhas e Região como sugerem algumas previsões do tempo mais entusiasmadas. O motivo é simples. Para ter condição de neve, também é necessário que haja previsão de chuva. E tanto para esta quarta-feira, 18; como para quinta-feira, 19, a previsão é de tempo seco na região. Logo, sem umidade, sem neve.

                De acordo com o The Weather Channel, serviço da IBM sistemas para monitoramento das condições climáticas, a previsão é de um dia com muitas nuvens nessa quarta-feira, 18. As nuvens criam uma espécie de efeito estuda o que aquece, ainda que modestamente a atmosfera. Com isso, mesmo que a noite a chance de precipitação aumente para 9%, a temperatura na casa dos 7 graus não seria suficiente para gerar os flocos de neve.

                Já para quinta-feira, 19, a condição é menos provável, porque será um dia de sol entre nuvens, chegando a ter momentos extremamente ensolarados durante a tarde, seguindo com uma noite de céu limpo. Aí a condição fica mais impossível ainda.

                É importante destacar, no entanto, que a condição de frio extremo persiste e a tempestade subtropical Yakecan que atua no sul do país ainda provoca fortes rajadas de vento em todo o território catarinense.

COMO SE FORMA A NEVE?




A formação de neve está associada aos fenômenos meteorológicos que causam a mudança de estado físico da água e seu processo de solidificação. A neve pode ser encontrada em vários tipos na natureza.

O fenômeno, porém, é raro porque necessita da combinação de uma série de fatores para ocorrer. Meteorologistas ouvidos em uma reportagem da BBC News Brasil disseram que os principais são a formação de nuvens, local de altitude elevada e ação de uma massa de ar frio.

O meteorologista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) Diogo Arsego explica, de maneira simplificada, que a neve é basicamente uma chuva no inverno. Então, ela precisa de todas as condições para a formação de uma chuva aliadas a baixas temperaturas para se formar e cair.

"É necessário umidade e um mecanismo que favoreça a formação de nuvem. Normalmente, você tem movimentos de baixo para cima, que carregam umidade e favorecem a formação de nebulosidade. A passagem de uma frente fria associada a esse cenário gera a neve", afirmou.