Suspeito de assassinato e roubo é preso no São Cristóvão após se recusar a entregar documentação

Policiais estavam em ocorrência para averiguar outra questão e o homem se recusou a cooperar com os policiais.

Por Redação 21/01/2020 - 11:33 hs
Foto: Divulgação
Suspeito de assassinato e roubo é preso no São Cristóvão após se recusar a entregar documentação
ILUSTRAÇÃO - Operação da PM em Canoinhas - SC

Na segunda-feira, 21, ás 20h37min, policiais militares de Canoinhas e Três Barras, foram acionados via Copom 190, para deslocar até a Rua Leovaldo Ziensdorf, bairro São Cristóvão, município de Três Barras, para averiguar ocorrência de lesão corporal contra mulher.

No local constatado tratar-se de uma mulher, qual estava passando mal devido doença de diabetes. O companheiro da mulher ligou para a filha dela, a qual entrou em contato com o 190 e repassou que sua mãe havia sido agredida pelo companheiro, fato não constatado no local. Contudo, foi solicitado aos envolvidos o documento RG e o nome para que a guarnição pudesse encerrar a ocorrência, que até então era uma averiguação. A solicitante não soube informar o nome do companheiro de sua mãe, disse apenas que eles haviam se conhecido na rua e ela o trouxe para morar em sua casa, a mulher não estava em condições de falar, sendo que corpo de bombeiro militar conduziu a mesma até o hospital.

Testemunhas relataram que não conhecem o homem, pois é novo no bairro. Diante dos fatos e da necessidade de ter o nome dos envolvidos para encerrar a ocorrência, foi solicitado por várias vezes ao homem o seu nome, ou que apresentasse um documento de identificação, sendo que o mesmo recusava a cooperar.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao homem, por recusar dados ou indicação concernentes à própria identidade, o qual resistiu com socos e tentou fugir correndo do local enquanto era algemado, sendo necessário uso progressivo da força para imobilizar o mesmo.

O homem foi conduzido para Delegacia de Polícia de Canoinhas para apurar sua identidade. Na Delegacia com os poucos dados fornecidos conseguiu-se chegar a um nome, o qual possui dois Mandados de Prisão em aberto, pelos supostos crimes de assassinato e roubo.

Na delegacia o autor desacatou e ameaçou a guarnição.

Entrado em contato com o delegado de polícia, o qual acionou o IGP para confirmar a identificação de homem, que ficou na situação de preso na Delegacia de polícia de Canoinhas até apuração dos fatos.