Eu vejo você

Por Adriana Bueno de Oliveira 17/02/2020 - 13:15 hs
Eu vejo você
ILUSTRAÇÃO

Assim como existem aquelas pessoas que nos roubam de nós mesmos, há aquelas pessoas que nos lembram quem somos, e é sobres estas que eu quero falar um pouco.

O mundo em si é o nosso lugar de viver e expressar a vida que está em nós. Bilhões de pessoas estão tentando se expressar, cada uma a sua maneira, pois cada uma é única. Infelizmente o ego rege a vida de muitos de nós, o que acaba desvirtuando a expressão natural da vida, que é o amor. Regidos, então, pelo ego, nos tornamos tiranos e escravos ao mesmo tempo.

Mas a vida é feita de encontros que nos salvam e que parecem terem sidos marcados com antecedência por alguma parte de nós. Algumas pessoas percebem a primeira vista, outras depois de certo tempo e outras ainda levam quase uma vida toda para perceber. Partes de nós que nos são ocultas de nós mesmos, a um simples olhar nos olhos, como a sábia frase “eu vejo você”, do filme Avatar, nos revelam no outro e através do outro, e surgem para nos lembrar quem somos.

O amor é o caminho que nos vê da forma que somos, e ele vem até nós para nos transformar no que podemos ser – e que somos chamados a ser.

Um abraço no coração de todos!