Investida da Oposição

Publicada originalmente nos Jornais Ótimo e Diário do Planalto

Por Paulo Ricardo Ferreira 24/06/2017 - 19:01 hs
Investida da Oposição
Telma Bley, Camila Lima e Paulinho Basílio. Bancada PMDB Canoinhas na Câmara.

Investida da Oposição

                Em Canoinhas já é difícil prever qual dos vereadores vai conseguir emplacar o melhor discurso de oposição ao Governo Passos. Estreante na cadeira do executivo, é notório que acerta em muitas áreas, mas o prefeito ainda apresenta fraquezas na gestão e com o passar dos meses vai acertando os pontos. O fato é que na câmara as expectativas de atacar o governo têm se frustrado com frequência. A primeira aposta de um discurso enfático era em Paulinho Basílio (PMDB), um dos mais jovens vereadores do estado e que poderia ser influenciado a ter mais acidez na hora de cobrar a prefeitura. Apesar da idade, demonstrou maturidade e optou pela ponderação nos argumentos. Aos holofotes não se tornou a voz da oposição, mas, apesar de estar no PMDB, é bem avaliado pelos Republicanos do PR, pelos peesebistas do PSD e visto como o canal de diálogo entre as siglas. Também jovem, e estreante na Câmara, Camila Lima, PMDB, fez o primeiro forte ensaio de discurso oposicionista na semana que passou. Pegou preço no partido. Apesar de ser criticada por toda a base governista e por muitos funcionários do poder executivo, acabou por acrescer um crédito de valentia em ter erguido a voz ao Prefeito Beto Passos, que até então, apenas tinha ganhado beijos e abraços dos vereadores. Lima, no entanto, se perdeu na oratória e devido a uma rápida reação do governo, viu seu palanque despencar rapidinho. Telma Bley (PMDB) é uma incógnita. Por vezes tenho a impressão de que ela adora quase tudo na gestão de Passos e só assume uma postura contrária contra o assunto é a Secretaria de Saúde (ela era secretária da pasta na gestão anterior). Parece uma espécie de orgulho ferido. Ela também ensaiou forte narrativa a respeito de irregularidades na emissão de receitas médicas, mas foi categoricamente contrariada pela Secretaria de Saúde atual, que através de uma foto, demonstrou todo o estoque legal das receitas, que outrora, Telma disse faltar. Perdeu crédito, a demanda virou factoide e o governo saiu fortalecido. São os 6 primeiros meses de Passos e também dos vereadores peemedebistas. Tem muita coisa pra acontecer ainda, inevitável, porém, é não concluir que precisam afinar o discurso.

Norma Pereira

Vale ressaltar que, apesar de estar no PSDB e participar da coligação que correu contra o atual prefeito, a vereadora adota uma postura independente na Câmara.

Coronel Mário

Assim como o vereador eleito pela base governista que também declara-se independente.

Família No Parque

O governo avaliou como um grande sucesso o evento Família no Parque realizado no último domingo, 18, no Parque de Exposições Ouro Verde. Sol, atrações culturais e toda a base governista distribuindo sorrisos durante todo o dia. Quem foi, gostou muito.

Inclusive

Particularmente acho a ideia sensacional e a promoção deve ser mantida sim pela Prefeitura. Com certeza oportuniza um melhor aproveitamento da área.

Fiquei com uma dúvida

Sobre a estrada de Barra Mansa, o governo Canoinhense se vangloriou de assumir a manutenção da estrada. Quando o problema apareceu, no entanto, precisou ir buscar o recurso com o governo do estado do mesmo jeito. Logo, qual, de fato, é o benefício de acordo se a benção sempre tem de vir de Florianópolis?

Enquanto Isso

Em Três Barras a prefeitura consertou um defeito na pista que estava completando 5 anos em 2017. Trata-se de um pedaço da rua José Nunes Cavalheiro que havia sido levada pela enxurrada em 2013. Apesar das promessas, a gestão anterior nunca conseguiu promover a melhoria.

Finalizando

Também estão sendo finalizadas com a aplicação de asfalto as ruas Miguel Horski e Benedito Cordeiro. Ambas ruas começaram a ser pavimentadas antes da eleição de outubro, mas tiveram as obras paradas após o candidato apoiado pelo ex-prefeito ser derrotado no pleito.

Deputado

Marco Tebaldi, federal pelo PSDB, esteve na região durante a quarta-feira, 21, para assinar emendas parlamentares para Infraestrutura e Saúde. Já está de olho em 2018.

Falando em 18

Depois que a crise política voltou a assombrar o país, todos os pré-candidatos ao governo do estado ficaram mais quietos nas últimas semanas, perceberam? É aquela máxima, quem não deve, não TEMER. Chega por hoje, semana que vem tem mais. Forte Abraço.