Inaugurada a Nova Unidade Básica de Saúde em Papanduva

Estrutura dispõe de Farmácia, salas de vacina, de pré-natal e de curativos, além de consultórios médico, de enfermagem e de dentista

Por Redação 16/04/2018 - 16:53 hs
Foto: Assessoria de Imprensa
Inaugurada a Nova Unidade Básica de Saúde em Papanduva
Divulgação

Farmácia, salas de vacina, de pré-natal e de curativos, além de consultórios médico, de enfermagem e de dentista compõe a estrutura da nova Unidade Básica de Saúde do bairro São Cristóvão.

A UBS Ignácio Pazda foi inaugurada pelo Governo do Município na tarde desta sexta-feira, 13. O empreendimento exigiu dos cofres públicos um investimento de R$ 200 mil, entre recursos federais e municipais.

Mensalmente, a Secretaria Municipal da Saúde estima atender em média 2.100 pessoas da área de abrangência desta ESF (Estratégia Saúde da Família), oferecendo os atendimentos convencionais, tratamento aos grupos de diabéticos, hipertensos e obesos, além de puericultura e visitas domiciliares.

Além da comunidade, estiveram presentes na inauguração da Unidade vereadores, secretários municipais e o deputado Silvio Dreveck.

No ato de inauguração, a Secretária da Saúde do Município Cátia Thostemberg falou sobre o avanço nos atendimentos com a instalação desta nova unidade que vem para beneficiar o cidadão da área de abrangência da EFS, a qual atende além do bairro São Cristóvão, moradores das localidades da região do Palmito, Estação 66, Florestas, Carijos e Passo Ruim e outras.

Já o prefeito Luiz Henrique Saliba se demonstrou satisfeito em entregar para a população mais uma estrutura de qualidade destinada aos cuidados com a saúde. "Para nós é uma grande satisfação atender aos anseios da comunidade e, oferecer mais agilidade nos atendimentos, com mais uma equipe muito bem qualificada para atender a população desta ESF".

Vale destacar que esta é a segunda Unidade Básica de Saúde entregue pelo Governo do Município para a população papanduvense neste mês. No último dia 5, foi inaugurada a UBS Dona Izabel da Rondinha que deverá atender mensalmente mais de 3.000 pessoas.